Peixes são comercializados a R$ 10 o kg em feira no Sertão de PE

Estão previstos comércio de 10 toneladas de peixe para 2015 (Foto: Ed Ramos/Arquivo pessoal)
No período da Semana Santa em que o quilo do peixe sofre aumento por causa do consumo excessivo, uma feira comercializa o quilo do peixado com um valor mais em conta, a R$ 10. O preço mais leve é encontrado durante a 'Feira de Peixe Vivo' realizada no município de Cabrobó, no Sertão pernambucano. Esta é a sexta edição.
Está prevista a comercialização de 12 toneladas de peixe. “Em 2014, levamos 6 toneladas para a Feira, mas muitas pessoas de fora apareceram e conseguimos vender mais 3 t. Este ano a expectativa é ainda maior”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo da cidade, Ed Ramos.
O pescado é comercializado vivo e é produzido por criadores da região que integram a Associação dos Piscicultores de Cabrobó (APIC). “Por causa da Feira, até o mercado comum, o preço do quilo do peixe, que era vendido a R$ 12, baixou para o mesmo valor, R$ 10”, destacou. 12 criadores irão participar do evento.
Na '6ª Feira de Peixe Vivo' serão vendidas espécies de tilápia, o tambaqui e a carpa, mas uma novidade que está em experimento nos criatórios também deve ser apresentada. “O presidente da Associação, Eronildo de Araújo, irá trazer uma espécie da Tailândia, o peixe panga”, disse. O peixe vendido vivo poderá ser tratado e o consumidor leva pronto para cozimento. A feira vai acontecer a partir das 7h no Pátio da Feira Livre de Cabrobó.